Descrição

1 de Maio 

 

É comum achar que só somos responsáveis por coisas que temos algum controlo. Mas parece que há uma série de características nossas que não controlamos. Não escolhemos onde nascemos, nem a classe social a que pertencemos, não controlamos alguns dos traços psicológicos que nos definem, etc.

Se isto for verdade, como parece claramente que é, provavelmente não podemos ser responsabilizados por coisas que fazemos em função dessas nossas características “não escolhidas”. Provavelmente temos apenas sorte por não termos nascido na Alemanha em meados do século passado, caso contrário muito provavelmente teríamos sido nazis. Temos sorte (ou azar) com a família que nos calhou na rifa caso contrário poderíamos estar neste momento presos.

Até que ponto somos verdadeiramente responsáveis pelos nossos actos e pela forma como vivemos as nossas vidas? Este é o problema filosófico da “Sorte Moral” de que nos iremos ocupar no próximo Café Filosófico.

Inscreva-se para participar.